Bíblia do Caminho Seção Temática

Livro de Rute


Na coleção hebreia o Livro de Ruth está entre os rolos que eram publicamente lidos em aniversários específicos; porque, sua paisagem sendo o campo de colheita, era lido em Pentecoste, o festival da colheita. Na Septuaginta na enumeração dos livros canônicos de Josefo está logo depois de Juízes, como na versão inglesa. Os eventos registrados ocorreram nos dias dos juízes, 60 anos (Rt 1.1) ou mais, antes do nascimento de David (Rt 4.21,22). O casamento de um Israelita piedoso com um Moabita é recontado, e o fruto do casamento é um antepassado de David. Depois do exílio este casamento teria sido considerado desonroso e inadmissível. A narrativa é, consequentemente, histórica. Seu caráter histórico confirma a possibilidade do evento no período, ocorrido mais ou menos naquele intercurso de tempo que prevalecia um relacionamento amigável entre Israel e Moabe (1 Sm 22.3,4). O evento é relacionado sem desaprovação e sem explicação ou desculpa; uma indicação que foi concebido e escrito antes do exílio. A linguagem também é tão pura quanto os primeiros escritos dos Juízes. O livro não recebeu sua forma literária final antes de um considerável tempo depois do evento; por ele explicar o costume de tirar o sapato em assuntos de atestação, ato característico de tempos antigos (Rt 4.7), e ele também abrevia a genealogia de David. — (Dicionário da Bíblia de John D. Davis© W


.

Abrir