Súmulas Biográficas | Miqueias

Bíblia do Caminho Súmulas Biográficas

Miqueias


Miqueias [quem é como Jeová?]. Um morastita, nascido aparentemente em Morasthi-gath (Mq 1.14), um povoado que acredita-se estar situado em Judá, não longe de Gath e que por um tempo foi dependência duma cidade filisteia. Profetizou nos reinados de Jotão, Acaz e Ezequias (Mq 1.1; Jr 26.18). Ele portanto começou sua carreira um pouco mais tarde que seus contemporâneos Oseias e Isaías (cp. 1.1 com Is 1.1 e Oseias, 1.1). Falou nos mesmos grandes temas como Isaías e tão semelhante a ele que Calvino disse que Miqueias e Isaías eram colegas.


O estilo de Miqueias é simples; não é áspero, mas elegante. É direto na repreensão do pecado (1.5; 2.1,2; 6.10-12). Suas transições de pensamento são frequentemente bruscas, mas uma conexão lógica raramente é difícil de discernir. Gosta das interrogações (1.5; 2.7; 4.9; 6.3,6,7,10,11), usa a ironia (2.11), emprega metáforas (1.6; 3.2,3,6; 4.6-8, 13; 6.10,11,14,15), usa com prazer a paronomásia ou o jogo das palavras, empregando-a largamente no primeiro capítulo e talvez permitindo que determine a forma do parágrafo final do livro. Esse parágrafo faz um elogio a Jeová, e está baseado na pergunta retórica: “Ó Deus, quem é semelhante a ti?”; o profeta encerra a sua profecia por publicar uma reivindicação com base em seu próprio nome [Miqueias significa: quem é como Jeová?].


Miqueias exibiu a confiança e a força do caráter de Deus, como revelado nos dez mandamentos, no trato com Israel, e em sua experiência individual (2.7; 6.3-5; 7.15). O mesmo Deus faz a justiça e ama a clemência, e ele exige estas características em seu povo. As promessas de Deus eram também uma fonte de força e doce estímulo ao profeta. Ele sabia que a segurança de Israel dependia dos propósitos divinos para salvar seu povo, de acordo com a promessa feita a Abraão (7.20) e que estavam centralizadas no filho de David (5.2-6; cp. Lc 1.72-75). Os inimigos do reino não podem prevalecer. O capítulo 5 é baseado na mesma verdade do Sl 2; e, assim, a doce mensagem de perdão e restauração (7.8-20), descansa sobre a palavra de Deus.  †  — (Dicionário da Bíblia de John D. Davis©


.

Abrir