Bíblia do Caminho Súmulas Biográficas

Melquisedeque


Melquizedec [Rei reto ou justo].  † 


Rei de Salém e sacerdote do Deus Altíssimo (Gn 14.18 e seg.). Salém, provavelmente designava Jerusalém; porque 1. A cidade já existia com o nome de Jerusalém, e tinha um rei antes da conquista de Canaã pelos israelitas. 2. O nome Jerusalém quer dizer cidade, soava ao ouvido hebreu como fundação de paz ou segurança, de modo que Salém seria abreviação apropriada. 3. Salém é usada como nome de Jerusalém em Sl 76.2 [na versão de Almeida]. 4. A comparação feita por David, do Senhor com Melquizedec, em Sl 110.4, indica que Melquizedec poderia ter sido rei da mesma cidade que David. 5. Jerusalém está na rota de Hobah e Damasco para Hebrom, onde Abraão estava indo.


Como descrito na epístola aos hebreus em 5.10; 6.20; e cap. 7, Melquizedec era sem pai, sem mãe, e sem genealogia. Esta declaração significa que sua linhagem não é registrada (cp. Ed 2.59, 62). Este modo de expressão era familiar aos escribas assírios, foi usado pelos rabinos judeus e era conhecido pelos escritores gregos e latinos. Adicionalmente é descrito como não tendo nem começo nem fim de dias sua vida, de quem é testificado que vive. Ele repentinamente emerge do desconhecido assim como repentinamente desaparece; não se sabe de onde ele veio nem pra onde foi, nem nascimento nem morte lhe é atribuída, ele é um tipo de sacerdócio eterno. Melquizedec era sacerdote do Deus Altíssimo. O termo El-elyon, apareceu entre os fenícios como um título de Saturno, o progenitor do céu e da Terra (Sanchoniathon, citado por Euzébio, Praep. 1.10).  Se  El-elyon, não era a concepção que Melquisedeque tinha de Deus absolutamente único, ele é o mais alto, o Deus dos deuses, ideia grandiosa, ainda que não seja de um monoteísmo puro. Melquizedec saiu de sua cidade real para dar boas-vindas ao benfeitor que retornava dos povos de Canaã; e Abraão reconheceu-o como um sacerdote do verdadeiro Deus e testificou publicamente compartilhar a mesma fé aparentada,  pagando dízimos para ele que era o representante do Deus Altíssimo, e que, como sacerdote, havia atribuído sua vitória ao Criador do céu e da terra (cp. At 10.35)  O autor da epístola aos Hebreus mostra quão grande personagem era Melquizedec, a quem o próprio Abraão pagou dízimos, e através dele virtualmente Levi, admitindo assim sua inferioridade. Assim, quando nosso Senhor foi feito um sumo sacerdote sobre a ordem de Melquizedec, ele assegurou para si um título mais alto que o sacerdócio Arônico. — (Dicionário da Bíblia de John D. Davis©


.

Abrir