Súmulas Biográficas | Esaú

Bíblia do Caminho Súmulas Biográficas

Esaú


Esaú [peludo].  † 


Filho de Isaque e Rebeca, e irmão gêmeo mais velho de Jacob. Esaú era assim chamado porque era todo coberto de pelos (Gn 25.21-26). Quando cresceu tornou-se um hábil caçador, e tinha o costume de trazer pra casa a seu pai Isaque,  carne de veado, sem dúvida, de vários antílopes. Em uma das ocasiões ele retornou da perseguição esfomeado, e pediu uma poção do cozido vermelho que Jacob havia acabado de fazer. Jacob imediatamente pediu-lhe como pagamento a renúncia à sua primogenitura; e Esaú, dando pouca estima a essa elevada bênçãos, cuidando mais da gratificação imediata, vendeu sua primogenitura em lugar de esperar pela preparação do alimento. Devido ao preço que pagou pela poção vermelha, Esaú obteve um segundo nome, Edom, que significa vermelho (27.34; Hb 12.16,17). Quando tinha 40 anos de idade ele casou-se com duas esposas, Judith ou Oholibama e Basemat ou Ada, ambas Hititas (Gn 26.34,35; 36.1,2). Mais tarde ele desposou Mahalat, também chamada Basemat, filha de Ismael (Gn 28.9; 36.3) Quando Isaque estava velho e quase cego, desejou conferir a bênção estipulada para Esaú, que era seu filho predileto. Mas Jacob era o favorito de Rebeca, e ela o induziu a imitar Esaú e obter  fraudulentamente a bênção. Esaú resolveu matar seu irmão egoísta, mas não quis executar o assassinato enquanto seu pai vivia (27.1-41). Dando um tempo para esta raiva esfriar, Jacob fugiu para a Mesopotâmia e ficou vinte anos no exílio (27.42 até cap. 31.55); em seu retorno ele teve meios de aplacar seu irmão justamente ofendido; e Esaú, que era de natureza generosa, olvidou seu sentimento vingativo e deu uma fraternal recepção a Jacob (32.3 até cap. 33.15). Antes disso Esaú havia transferido seu domicílio ao monte Seir, para onde ele imediatamente retornou (16). A reconciliação entre os irmãos foi permanente, e ambos encontraram-se para enterrar seu pai (35.29). Os descendentes de Esaú multiplicaram-se e finalmente desapropriaram os habitantes originais do monte Seir, transformando-se no povo Edomita (Dt 2.4; 12,13, 22). O monte Seir passou então a chamar-se de Esaú (Ob 8,9, 19,21). Sobre a eleição de Jacob em ser o filho da promessa e da rejeição de Esaú, veja Gn 25.23; Ml 1.2,3; Rm 9.12,13. — (Dicionário da Bíblia de John D. Davis©


.

Abrir