Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Parnaso de Além-Túmulo — Autores diversos


9


Amaral Ornellas

Funcionário público. Nasceu no Rio de Janeiro em 20 de Outubro de 1885 e desencarnou a 5 de Janeiro de 1923. Talento brilhante, deixou dois volumes de Poesia, consagrados pela crítica coeva, além de copiosa literatura teatral e doutrinária.


AVE MARIA

  1 Ave Maria! Senhora

  Do Amor que ampara e redime,

  Ai do mundo se não fora

  A vossa missão sublime!


  2 Cheia de graça e bondade,

  É por vós que conhecemos

  A eterna revelação

  Da vida em seus dons supremos.


  3 O Senhor sempre é convosco,

  Mensageira da ternura,

  Providência dos que choram

  Nas sombras da desventura.


  4 Bendita sois vós, Rainha!

  Estrela da Humanidade

  Rosa mística da fé,

  Lírio puro da humildade!


  5 Entre as mulheres sois vós

  A Mãe das mães desvalidas,

  Nossa porta de esperança,

  E Anjo de nossas vidas!


  6 Bendito o fruto imortal

  Da vossa missão de luz,

  Desde a paz da Manjedoura,

  Às dores, além da Cruz.


  7 Assim seja para sempre,

  Oh! Divina Soberana,

  Refúgio dos que padecem

  Nas dores da luta humana.


  8 Ave Maria! Senhora

  Do Amor que ampara e redime,

  Ai do mundo se não fora

  A vossa missão sublime!


O TEMPO

  1 O tempo é o campo eterno em que a vida enxameia

  Sabedoria e amor na estrada meritória.

  Nele o bem cedo atinge a colheita da glória

  E o mal desce ao paul de lama, cinza e areia.


  2 Esquece a mágoa hostil que te oprime e alanceia.

  Toda amargura é sombra enfermiça e ilusória…

  Trabalha, espera e crê… O serviço é vitória

  E cada coração recolhe o que semeia.


  3 Dor e luta na Terra — a Celeste Oficina —

  São portas aurorais para a Mansão Divina,

  Purifica-te e cresce, amando por vencê-las…


  4 Serve sem perguntar por «onde», «como» e «quando»,

  E, nos braços do Tempo, ascenderás cantando

  Aos Píncaros da Luz, no País das Estrelas!


.Amaral Ornellas


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir