Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

…E o amor continua — F. C. Xavier / Divaldo P. Franco — Familiares diversos


Esclarecimento

A mediunidade iluminada pelo conhecimento espírita e colocada a serviço de Jesus é instrumento nobre de que se utilizam os desencarnados para confirmar o prosseguimento da vida após o fenômeno biológico da morte.

Amigos queridos que partiram no veículo da desencarnação retornam, felizes, reafirmando aos familiares e afetos diversos que o amor continua além do túmulo, sem interrupção de qualquer natureza.

Prosseguindo a vida, permanecem os sentimentos e tem curso o intercâmbio espiritual.

Os mesmos Espíritos, à exceção de D. Maria da Conceição Corrêa, utilizaram-se dos médiuns Francisco Cândido Xavier e Divaldo Pereira Franco para trazer a certeza da sobrevivência e consolar os amores que ficaram na Terra.

A primeira mensagem de cada Comunicante foi psicografada pelo médium Xavier, durante as reuniões hebdomadárias do “Grupo Espírita da Prece”, em Uberaba, Minas Gerais.

A segunda comunicação de cada Espírito foi, igualmente, psicografada pelo médium Divaldo, no mesmo recinto, nas vezes em que ali compareceu, com exceção da carta de Jayme Costa dos Santos Filho, que a ditou em Curitiba, Paraná, em reunião pública, na qual se encontrava a sua genitora.

Chamamos a atenção do leitor para o fato das identificações de que se utilizaram os amigos desencarnados e que repetimos, ao término de cada mensagem, para facilitar as comprovações, bem como colocamos duas páginas que foram escritas, quando encarnados, Cláudio Luiz de Oliveira e Jane Furtado Koerich.

Agradecemos, sensibilizados, a gentileza dos familiares de nossos amigos espirituais pela bondade e cooperação que nos dispensaram, facilitando-nos os dados para a redação dos comentários e informações que melhor aclaram o conteúdo das comunicações mediúnicas. Para todos rogamos a continuação das bênçãos do Senhor, em forma de conforto moral e paz, hauridos nas comovedoras notícias do Mundo Espiritual pelas psicografias de Francisco C. Xavier e Divaldo P. Franco, que compõem o presente livro.


.Nilson de Souza Pereira


Salvador, 18 de abril de 1983.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir