Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Daniel    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 11

(Versículos e sumário)

11 Eu porém desde o primeiro ano de Dario Médo, trabalhava pelo ajudar a se estabelecer e a se fortificar.

2 Mas agora eu te anunciarei a verdade. Eis aí haverá ainda três reis na Pérsia, e o quarto se enriquecerá de excessivas riquezas mais que todos; e depois que se tiver feito com estas riquezas poderoso, concitará a todos contra o reino da Grécia.

3 Mas enfim se levantará um rei forte, que dominará com grande poder; e que fará o que lhe aprouver.

4 E quando se achar no auge mais florente, o seu reino será destruído, e se repartirá pelos quatro ventos do céu; mas isto não será entre os seus descendentes, nem segundo o poder com que ele dominou; porque o seu reino será dilacerado, passando ainda a estranhos, não falando naqueles quatro.

5 E o rei do Meio-dia se fortificará; mas um dos príncipes daquele primeiro rei será mais poderoso do que ele, e dominará sobre muitos países; porque o seu senhorio será grande.

6 E alguns anos depois eles se aliarão um com o outro, e a filha do rei do Meio-dia passará ao rei do Aquilão, para travarem ambos amizade, mas esta princesa não se estabelecerá por um braço forte, nem a sua descendência subsistirá; e será entregue ela mesma, e os seus mancebos, que a conduziram, e que a tinham sustentado em diversos tempos.

7 Mas do seu mesmo tronco sairá um arrebento; que virá com um exército, e entrará na província do rei do Aquilão; e ele os vexará, e far-se-á senhor deles.

8 E de mais a mais levará cativos para o Egito os seus deuses, e as suas estátuas, e os seus vasos preciosos de prata, e ouro; ele mesmo prevalecerá contra o rei do Aquilão.

9 E o rei do Meio-dia entrará no seu reino, e voltará depois para a sua terra.

10 Seus filhos porém se estimularão com isto, e congregarão uma grande multidão de tropas; e um deles marchará com grande presteza, e à maneira de inundação; e voltará, e encher-se-á de ardor, e pelejará contra as forças daquele.

11 Mas o rei do Meio-dia, vendo-se assim atacado, sairá em campanha, e pelejará contra o rei do Aquilão, e preparará um exército imenso, e lhe será entregue entre as mãos uma grande multidão de inimigos.

12 E ele tomará uma grande multidão desta gente, e o seu coração se elevará, e ele fará passar muitos milhares ao fio da espada, mas deixará a sua vitória imperfeita.

13 Porque o rei do Aquilão tornará a vir, e ajuntará uma multidão de tropas muito maior do que antes e depois de certos tempos e anos virá com muita pressa com um numeroso exército, e mui grandes forças.

14 E naqueles tempos se levantarão muitos contra o rei do Meio-dia; os filhos também dos prevaricadores do teu povo se elevarão, para cumprirem a profecia, e eles cairão.

15 E virá o rei do Aquilão, e levantará um baluarte, e tomará cidades fortificadíssimas; e os braços do Meio-dia não poderão aturar o esforço, e os mais valentes dentre eles se levantarão para lhe resistir, e eles se acharão sem vigor.

16 E vindo sobre ele fará o que bem lhe aprouver, e não haverá quem possa subsistir diante da sua face; e ele entrará numa terra famosa, e esta será consumida debaixo da sua mão.

17 E ele se confirmará no desígnio de vir apoderar-se de todo o reino dele, e fingirá que quer obrar de boa fé com ele; e dar-lhe-á em casamento sua filha, princesa de extremada formosura em comparação das outras mulheres, a fim de o perder; mas não lhe sairá a coisa conforme o seu intento, e ela não será por ele.

18 E ele encarará contra as ilhas, e tomará muitas delas; e fará deter o autor do seu opróbrio, e o seu opróbrio virá a cair sobre ele.

19 E voltará o seu rosto para o império da sua terra, e tropeçará e cairá, e não será achado.

20 E um homem vilíssimo, e indigno da honra de rei, ocupará o seu lugar; e ele se consumirá em poucos dias, não no furor de alguma briga, nem em alguma batalha.

21 E pôr-se-á no lugar deste um homem desprezível e não lhe será dada a honra de rei; e virá secretamente, e se apoderará do reino com engano.

22 E os braços do combatente serão vencidos diante dele, e ficarão esmigalhados; de mais a mais até o chefe da liga.

23 E depois de feita esta amizade, usará com ele de engano; e subirá, e vencê-lo-á com pouca gente.

24 E entrará nas cidades abundantes e ricas; e lhes fará o que nunca fizeram seus pais nem os pais de seus pais; ele destruirá as rapinas e a presa, e as riquezas deles, e formará projetos contra as mais fortes cidades; e isto até certos tempos.

25 E será instigado o seu poder, e o seu coração contra o rei do Meio-dia para o atacar com um grande exército; e o rei do meio-dia será provocado a sair à batalha com muitas tropas auxiliares, e sobremaneira fortes; mas elas não perseverarão firmes, porque maquinarão desígnios contra ele.

26 E os que comerem o pão com ele, o arruinarão, e o seu exército será oprimido; e um grande número dos seus cairão mortos.

27 Também esses dois reis terão o coração atento, a fazerem o mal um ao outro, e assentados à mesma mesa dirão palavras de mentira, mas eles não sairão com a sua; porque ainda o fim se difere para outro tempo.

28 E voltará para o seu país com muitas riquezas; o seu coração se declarará contra o santo testamento, e fará muitos males, e voltará para o seu país.

29 No tempo determinado, ele voltará, e tornará a vir para o Meio-dia; mas esta última expedição não será semelhante à primeira.

30 Porque os romanos virão contra ele em trirremes; e ele será ferido vivamente no seu pundonor e assim voltará, e conceberá uma grande indignação contra o testamento do santuário, e conforme ela assim fará; depois tornará a vir, e empreenderá muitas coisas contra aqueles que tinham deixado o testamento do santuário.

31 E estarão da sua parte os braços de homens poderosos que violarão o santuário da fortaleza, e farão cessar o sacrifício perpétuo; e porão no templo a abominação para desolação.

32 E os ímpios prevaricadores do testamento usarão de disfarces com rebuçado engano; mas o povo, que conhecerá ao seu Deus; perseverará constante, e fará o que deve.

33 E os que forem doutos entre o povo, ensinarão a muitos; e eles padecerão os tormentos da espada, e da chama, e do cativeiro, e das rapinas que durarão muitos dias.

34 E quando caírem arruinados, serão sustidos com o alívio de um pequenino auxílio; e muitas se ajuntarão a eles fingidamente.

35 E dos sábios cairão alguns, para que sejam acrisolados, e purificados, e branqueados até o prazo assinalado; porque ainda haverá outro tempo.

36 E o rei fará como lhe der na vontade, e se elevará, e engrandecerá contra todo o deus; e falará insolentemente contra o Deus dos deuses, e sair-lhe-ão bem as coisas, até que a ira seja cumprida; porque assim é que foi lavrado o decreto.

37 E não terá respeito algum ao Deus de seus pais; e se mostrará apaixonado por mulheres, ele não curará de deus algum, qualquer que ele seja; porque se levantará contra todas as coisas.

38 Mas venerará o deus Maozim no lugar que lhe terá escolhido; e enfeitará com ouro, e prata, e pedras preciosas, e com tudo o que há de custo, a este deus que seus pais ignoraram.

39 E fortificará as suas praças com um deus estranho, pondo nelas a Maozim, que foi quem ele reconheceu, e levará a uma grande glória os seus adoradores, e lhes dará poder em muitas coisas, e lhes repartirá a terra gratuitamente.

40 E o rei do Meio-dia pelejará contra ele no tempo assinalado, e o rei do Aquilão marchará também contra ele como uma tempestade, com grande multidão de carroças, e de gentes a cavalo, e com uma grande armada, e entrará nas suas terras, assolá-las-á e passará.

41 Depois ele entrará na terra gloriosa, e serão taladas muitas províncias; e só se salvarão das suas mãos estas: Edom e Moab, e as primeiras terras dos filhos de Ammon.

42 E estenderá a sua mão contra as outras províncias, e a terra do Egito não escapará.

43 E ele se fará senhor dos tesouros de ouro e de prata, e de tudo o que há de precioso no Egito; passará também ao través da Líbia e da Etiópia.

44 E turbá-lo-á um rumor que virá do oriente e do Aquilão; e ele tornará a vir com grandes tropas, para destruir e matar a muitos.

45 E fixará a sua tenda entre os mares sobre o ínclito e santo monte; e ele virá até à sumidade deste monte, e ninguém lhe dará auxílio.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir