Testamento Redentor | Gálatas - Capítulo 3

Bíblia do Caminho Testamento Redentor

Epístola de S. Paulo aos Gálatas  † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 3  † 

(Versículos e sumário)

3 Ó insensatos gálatas! Quem vos fascinou, para não obedecerdes à verdade, diante da qual esplende Jesus Cristo crucificado, prescrito por vós?

2 Só isto quero saber de vós: Recebestes o Espírito pelas obras da lei, ou pela fé, que ouvistes pregar?

3 Sois tão estultos, para começar com o espírito, consumando agora [vossa crença] na carne?

4 Debalde padecestes tanto? Se é que, todavia, padecestes em vão.

5 Aquele pois que vos atribui espírito, e que obra prodígios em vós, acaso fá-lo pelas obras da lei, ou pela fé, que ouvistes pregar?

6 Assim como está escrito: Abraão creu em Deus, e lhe foi reputado como justiça( † )

7 Sabei pois, que: os que são da fé, esses são filhos de Abraão.

8 Prevendo porém a Escritura que pela fé justifica Deus às gentes, prenunciou a Abraão: Pois que em ti hão de ser benditas todas as gentes( † )

9 Assim que, os da fé são benditos como o fiel Abraão.

10 Porquanto aqueles que estão sob as obras da lei, estão sujeitos à maldição. Porque está escrito: Maldito aquele que não permanece em todas as ordenações que estão escritas nesta lei, e que as não cumpre. ( † )

11 Pois também está manifesto que pela lei ninguém [será] justificado perante Deus, porque o justo viverá pela fé. ( † )

12 A lei, porém, não está na fé, mas: Aquele que a pratica, nela viverá. ( † )

13 O Cristo nos redimiu da maldição [que estávamos sujeitos] na lei, ( † ) por nós tornou-se maldito, porque está escrito: Maldito todo aquele que está pendente no lenho; ( † )

14 Para que os gentios fossem abençoados por Abraão ( † ) em Cristo Jesus, a fim de recebermos pela fé a promessa do Espírito.

15 Irmãos (falo como homem) assim que um homem confirma um testamento, ninguém o anula ou sobrescreve.

16 A Abraão e à sua semente foram ditas promessas. ( † ) Não foi dito: E às sementes, como se fossem muitas; mas, e à tua semente, como à única, que é o Cristo.

17 Isto quer dizer que o testamento foi confirmado por Deus, e que quatrocentos e trinta anos depois foi feita a lei, que não o anula para ab-rogar a promessa.

18 Porque se a herança é dada pela lei, já não é pela promessa. Abraão, porém, foi quem primeiro recebeu a promessa dada por Deus.

19 Portanto, para que [foi dada] a lei? Por causa das transgressões ela nos foi dada, pela mão de um mediador, até que viesse a semente prometida, ordenada pelos anjos.

20 Mas mediador não existe [apenas] um; Deus porém é único.

21 Então a lei contrapõe-se às promessas de Deus? Absolutamente. Porque se a lei que foi dada, pudesse vivificar, a justiça, na verdade, seria pela lei.

22 A Escritura conclui, porém, que tudo está sob o pecado, para que a promessa, pela fé em Jesus Cristo, fosse dada aos crentes.

23 Mas antes que a fé viesse, aquela fé que havia de ser revelada, estávamos reclusos sob a custódia da lei.

24 Assim, a lei foi nosso pedagogo em Cristo, para que pela fé nos justificássemos.

25 Contudo, eis que nos adveio a fé, e já não mais precisamos de pedagogo.

26 Pois todos sois filhos de Deus pela fé que há em Cristo Jesus.

27 Porque todos quantos são batizados em Cristo, estão recobertos pelo Cristo.

28 Não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea. Porque todos vós sois um em Cristo Jesus.

29 E se vós sois do Cristo, logo sois a semente de Abraão, os herdeiros segundo a promessa.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; Novum Testamentum Graece 28th revised edition, edited by Barbara Aland and others; Parallel Greek New Testament by John Hurt


.

Abrir